Maré

 

Aquarela - Blue Sea - Tina Christiansen

O mar susurrou pelos meus pés, alagando toda a minha meninice. As ondas, quando altas, tem até os ingratos como convidados. Não há vazios. Excessiva companhia. Mas quando elas se recolhem, a praia fria e nua se veste solitária de toda a calmaria. Os comuns se vão, ficam alguns amantes e um apanhado de resquícios. A maré é o próprio movimento do mar. E do amor.

 João Romova


Blue Sea | Aquarela de Tina Christiansen

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s